Processo da Calvário está com tramitação prejudicada devido ao desaparecimento de Daniel Gomes

Um dos processos da Operação Calvário está com a “tramitação prejudicada” devido ao desaparecimento do delator Daniel Gomes, ex-dirigente da Cruz Vermelha do Brasil. Conforme ato do juiz da 5ª Vara Criminal, Giovanni Magalhães Porto, datado da última quarta-feira (8), já foram expedidas cartas precatórias para o Rio de Janeiro e Distrito Federal, e não há informações sobre ele.

“Já foram expedidas precatória para o endereço informado na denúncia no Estado do Rio de Janeiro e com a notícia que o mesmo estaria preso, novamente para o Rio de Janeiro e finalmente para o Distrito Federal, onde foi informado que o mesmo havia sido recambiado, sem informação para qual local”, versa trecho do documento.

O juiz então determina que o Ministério Público tem 10 dias para informar o endereço atual onde Daniel poderá ser citado.

Confira documento

Comente