- Publicidade -
Cotidiano

Primeira-dama participa de ação de enfrentamento ao trabalho infantil e abuso sexual de crianças e adolescentes

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Humano realizou, nesta segunda-feira (17), no bloco Muriçoquinhas do Miramar, uma ação de Enfrentamento e Prevenção ao Trabalho Infantil e ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A 7ª edição desta campanha pretende atingir cerca de quatro mil pessoas e tem como tema “Carnaval também é proteção! Na folia você é responsável: Disque 123 e denuncie.” A ação contou com a presença da primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins.

- Continua depois da publicidade -

Durante a folia, a equipe envolvida nesta atividade distribuiu materiais informativos para os foliões com a temática do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, trabalho infantil, bem como as formas para a realização de denúncias. No stand da campanha, as crianças que brincavam no bloco Muriçoquinhas do Miramar puderam fazer pinturas artísticas, tranças e ainda ganharam pulseiras de identificação, pipoca, algodão doce, pirulitos e balões.

A primeira-dama Ana Lins comentou que esse tipo de ação é de grande relevância porque esclarece dúvidas e incentiva a população a denunciar qualquer tipo de violação de direitos das crianças e adolescentes. “Estamos no carnaval, época em que muitas vezes a exploração sexual e do trabalho infantil podem aumentar. Então realizar essa ação é fundamental para que a sociedade se conscientize e colabore com o enfrentamento dessas violações. É muito importante a presença do poder público juntamente com a população nesse evento alertando os pais e responsáveis a respeito deste assunto”, frisou.

“Sobre essa ação de hoje, podemos dizer que estamos fortalecendo cada vez mais nossa atuação no enfrentamento ao trabalho infantil e também na luta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. Esta ação informativa em pleno carnaval vem divulgar o Disque 123, que é um canal importante de denúncias, inclusive nosso estado é um dos poucos que tem este tipo de canal para denunciar qualquer que seja a violação de direitos. Este é um mecanismo importante para a gente aproveitar esse momento de alegria para chamar atenção para um problema que é real e que precisa ser enfrentado pelo poder público com o apoio da sociedade”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira.

Em 2019, foram registrados na Paraíba 1.255 casos de trabalho infantil e abuso sexual de crianças e adolescentes. Muitas vezes a denúncia é feita de forma anônima através do Disque 123. “Anualmente a gente desenvolve uma série de atividades, a exemplo desta desenvolvida dentro das Muriçoquinhas, para chamar a atenção das crianças e de seus responsáveis para a importância de enfrentar o trabalho infantil e qualquer tipo de violação de direitos contra a criança ou adolescente. A partir do momento que o Disque 123 é ativado, a gente aciona a rede e faz o enfrentamento da violação de direitos”, observou a gerente executiva da Proteção Social Especial, Madalena Dias.

“A gente trabalha em rede e está presente em todas as campanhas que envolvem a política da criança e do adolescente. Essa ação no carnaval dá mais visibilidade a este tema, e embora seja um momento de festa, os pais recebem as informações com empatia e entendem que nunca podem esquecer os direitos das crianças e dos adolescentes”, disse a representante da Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça da Paraíba, Silvia Eloy.

Carlos Alberto é conselheiro tutelar e trabalha diariamente para manter os direitos das crianças e dos adolescentes. Ele parabenizou esta iniciativa do Governo do Estado. “É bastante importante incentivar o combate ao trabalho infantil e à exploração sexual. E esse local é adequado para a ação, porque muitos pais estão participando do evento junto com seus filhos; com isso a campanha tem um grande alcance”, observou.

A dona de casa Rafaela Firmino levou o filho para se divertir nas Muriçoquinhas do Miramar e aproveitou para participar da ação da Secretaria de Desenvolvimento Humano. “Meu filho ganhou doces e pipoca, fez desenho no rosto e eu recebi algumas informações importantes sobre o Disque 123 e o combate à exploração de crianças. Achei bem legal a ação”, comentou.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar