Presidente do PT não descarta punição a prefeito do partido que aderiu a Zé Maranhão

Contrariando a recomendação do PT, o prefeito de Picuí, Olivânio Remígio (PT), anunciou que irá apoiar à candidatura de José Maranhão (MDB) ao Governo do Estado, ao invés de João Azevêdo (PSB).

O presidente estadual do PT, Jackson Macêdo, explicou que irá dialogar para entender as motivações que levaram Olivânio a ir contra a decisão da legenda. De acordo com Jackson, a realidade local política pode ser um dos motivos.

“Primeiro vou conversar com ele, para entender tudo isso. Lá existe uma realidade local que não podemos desprezar. O principal bloco de oposição contra ele é do PSB. Eles atacam a gestão de Olivânio, atacam Lula e o PT, e tudo isso vai ser levado em consideração. Nos outros casos não tinha essa oposição forte do PSB, em Picuí é diferente”, afirmou Jackson ao Blog do Gordinho.

Mas, para Jackson, não pode existir “dois pesos e duas medidas” e as recomendações partidárias precisam ser seguidas. “Vou conversar com ele, não podemos ter dois pesos e duas medidas. Vou analisar com carinho esse caso”, declarou.

Comente