Presidente do Coren-PB destaca atuação de Fernanda Benvenutty como enfermeira

A presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB), Renata Ramalho, divulgou, nesta segunda-feira (3), nota de pesar em que destaca a atuação da importante militante do movimento LGBTQI+, Fernanda Benvenutty, falecida neste domingo (02), em João Pessoa.

Fernanda atuava no ramo da enfermagem, ela era Técnica de Enfermagem em hospitais da Capital.

Leia nota íntegra

NOTA DE PESAR

O Conselho Regional de enfermagem da Paraíba (Coren PB) vem a público manifestar seu profundo pesar pela morte da Técnica de Enfermagem e ativista do movimento LGBTQI+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), Fernanda Benvenutty.

Fernanda morreu na tarde deste domingo (2), em João Pessoa, aos 57 anos. Ela estava internada desde a noite do sábado (1º), quando passou mal e precisou ser internada em um dos hospitais da capital.

Natural de Remígio, Fernanda tinha uma forte atuação cultural da cidade, especialmente no Carnaval Tradição da capital. Ela deixa três filhos.

Nossa solidariedade a todos os parentes e amigos neste momento de dor.

Comente