Presidente da PBTur defende que réveillon de João Pessoa deve ser cancelado

Para ela, as decisões do cancelamento do evento podem ser impopulares, mas são necessárias para evitar a disseminação da doença

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, nesta quarta-feira (05), defendeu que o réveillon de João Pessoa deve ser cancelado, devido a pandemia do novo coronavírus, seguindo o exemplo do Rio de Janeiro e São Paulo.

“O do Rio de Janeiro e de São Paulo já foram cancelados e eu acho o prefeito de Luciano Cartaxo deve fazer o mesmo. O grande problema é a aglomeração. O turismo de lazer vai voltar, mas os grandes eventos culturais, como réveillon e carnaval, os gestores terão que ter muita responsabilidade para voltar”, declarou.

Para Ruth, as decisões do cancelamento do evento, tomadas por governadores e prefeitos  podem ser impopulares, mas são necessárias para evitar a disseminação da doença.

“Tenho a certeza que eles não querem prejudicar um setor. Eu tenho os admirado porque são muitas criticas em cima deles, mas estão fazendo o que é certo”, arrematou.

Comente