Prefeitura gasta mais de R$ 1,2 mi para oficina limpar ruas de Itaporanga

Volume exorbitante de dinheiro chamou a atenção da população, sobretudo pelo fato do estabelecimento ser muito pequeno

A prefeitura Municipal de Itaporanga pagou, apenas em 2020, R$ 1.224.399,36 (um milhão e duzentos e vinte quatro mil reais) a oficina Pim Pim – Jamailton Martins do Carmo Eireli. Os dados são do próprio Portal da Transparência da prefeitura.

O volume exorbitante de dinheiro chamou a atenção da população, sobretudo pelo fato da oficina, conhecida na cidade como Oficina do PIM PIM, ser muito pequena, conforme mostra a foto da fachada da empresa, localizada na rua João Firmino Gomes, 39, Centro de Itaporanga.

Entre os serviços oferecidos pela oficina à Prefeitura estão locação de veículos, serviços de serralharia, limpeza pública e até terceirização de garis.

Apesar da estranheza da população, o que poucos sabem na cidade é que a pequena oficina do PIM, PIM especifica em seu CNPJ que tem como atuação principal “atividades de limpeza” e diversas atividades secundárias, como construção de edifícios; construção de rodovias e ferrovias, coleta de resíduos, de esgoto; fabricação de estruturas metálicas, esquadrilhas e ferramentas.

“Fiquei surpreso com essa especificação das atividades que podem ser desenvolvidas pela oficina, uma vez que pela sua falta de estrutura é difícil imaginar a empresa construindo rodovias e rodovias, uma vez que este tipo de obra depende de uma grande quantidade de máquinas”, comentou um morador da cidade.

Outra observação é quanto à situação física da sede da oficina. “Engraçado como uma empresa milionária, que faturou tanto dinheiro dos cofres públicos, sequer pinta sua fachada de identificação para ficar mais apresentável”, observou.