Prefeitura de JP prorroga inscrições do ‘Eu Posso’; veja como se inscrever

Para pessoa jurídica, o valor concedido aos empreendedores pode chegar a R$15 mil, e para pessoa física, a R$8 mil

A Prefeitura de João Pessoa estendeu as inscrições do programa de microcrédito social ‘Eu Posso’ até esta quinta-feira (7). O objetivo é preencher todas as 120 vagas oferecidas no edital 005/2024. Para se inscrever, os interessados precisam se dirigir à sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), localizada na Rua Diogo Velho, nº 150, no Centro, das 9h às 17h, portando toda a documentação exigida. Para pessoa jurídica, o valor concedido aos empreendedores pode chegar a R$15 mil, e para pessoa física, a R$8 mil.

As inscrições para o presente edital tiveram início na última terça (5) e deveriam se encerrar nesta quarta-feira (6). “No entanto, vários proponentes que chegaram a Sedest para fazer inscrição não conseguiram avançar no processo, por ausência de documentação ou outras pendências, fazendo com que sobrassem vagas. Com o objetivo de preenchê-las, decidimos, excepcionalmente, inscrever até esta quinta-feira”, explicou Vaulene Rodrigues, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de João Pessoa.

As inscrições acontecem, exclusivamente, de forma presencial, respeitando a ordem de chegada dos proponentes, que receberão fichas organizando a sequência.

O ‘Eu Posso’ é voltado para empreendedores formais e informais, maiores de 18 anos ou legalmente emancipados, residentes e domiciliados na Capital paraibana; e pessoas jurídicas (MEI e ME), sediadas em João Pessoa, com cadastro ativo junto à Receita Federal. No presente edital, não há distinção de quantidade de vagas para pessoa física ou jurídica.

Documentação – Os interessados em concorrer como pessoa física precisam apresentar, na inscrição, documento de identidade com foto (RG, CNH ou carteira profissional); comprovante de situação cadastral no CPF; comprovante de residência em nome do empreendedor, dos pais ou do cônjuge, como fatura (com nome completo, endereço, CEP e data de vencimento) de água, energia, telefone, internet ou fatura de cartão de crédito de até 90 (noventa) dias, contrato de aluguel (com firma reconhecida do locador e locatário) ou declaração de residência (disponibilizada através do site do ‘Eu Posso’ para download) datada e assinada; certidão negativa municipal; comprovante de conta bancária cuja titularidade seja do empreendedor e que contenha informações sobre banco, agência, número da conta e nome do titular; e Certidão Negativa de cadastro nos órgãos de proteção ao crédito.

Já para pessoa jurídica é necessário levar documentos pessoais dos sócios pessoa física (no caso de ME) ou do titular (no caso de MEI); certidão negativa municipal pessoa jurídica; cartão CNPJ ou Certificado de MEI; comprovante de endereço comercial pessoa jurídica; certidão negativa estadual pessoa jurídica; certidão negativa federal pessoa jurídica; certificado de regularidade do FGTS pessoa jurídica; comprovante de conta bancária pessoa jurídica que contenha informações sobre banco, agência, número da conta e nome do titular; e Certidão Negativa de cadastro nos órgãos de proteção ao crédito.

Jornada – O ‘Eu Posso’ é constituído por oito etapas obrigatórias: inscrição; capacitação; plano de negócio; visita técnica; análise de crédito; entrega do certificado do programa (CEM); concessão do crédito; e pós-crédito. Os valores liberados vão variar mediante análise financeira, score de crédito e aprovação em todas as etapas previstas no processo.

Com a inscrição confirmada, os proponentes aptos seguirão para a etapa de capacitação, que contará com quatro cursos, também presenciais. São eles: precificação, com 1h de duração; gestão empresarial, com 2h; finanças pessoais, com 2h; e comunicação e oratória, com mais 1h. As aulas ocorrerão em dois dias. O local e a data serão informados no ato da inscrição.

Condições – Os valores a serem liberados irão variar mediante análise financeira, score de crédito e aprovação das etapas previstas. A taxa de juros do programa é de 0,9% ao mês. O pagamento poderá ser dividido em até 24 parcelas mensais fixas, com carência de até três meses, quando houver investimento em capital fixo ou misto. Para investimento apenas em capital de giro, o pagamento será de até 12 parcelas e sem carência.