Prefeitura de Cajazeiras é alvo do MPPB por suposta venda ilegal de imóvel público

A Prefeitura de Cajazeira é alvo de inquérito aberto pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) para investigar possível irregularidade na venda de um imóvel, que segundo contestação, pertence a União Municipal das Associações Comunitárias de Cajazeiras/PB (UMACC).

O imóvel localizado na Rua: Anízio Rolim, n° 83, Bairro Capoeiras, em Cajazeira, teria sido doado no ano de 2007, pelo então prefeito Carlos Antônio Araújo de Oliveira, com destinação específica de funcionamento das atividades da entidade.

O inquérito civil público, aberto pela promotora Fabiana Pereira Guedes, publicado nessa segunda-feira (27), vai investigar o fato, e notifica a Procuradoria-Geral do Município de Cajazeiras, para que, no prazo de 15 dias, apresente defesa, justificando a venda de imóvel público.

 

Comente