A Comissão Processante da Câmara Municipal de Bayeux se reuniu na manhã desta quarta-feira 24/01, para deliberar quanto ao pedido de cassação do prefeito interino de Bayeux, Luiz Antônio, tendo como resultado a notificação que se dará através de dois membro da Comissão.

Após notificado, o prefeito interino terá o prazo de dez dias úteis  para apresentar sua defesa junto a Comissão processante, como também poderá arrolar até 10 testemunhas. A partir da apresentação da defesa, todos os atos da Comissão deverá contar com a presença do prefeito e ou seu procurador nomeado.

Logo que protocolada a defesa, o relator do caso vereador Cabo Rubem (PSB), terá o prazo de cinco dias úteis para apresentar o parecer sobre o arquivamento ou prosseguimento da denúncia.

Relembre o caso

A Câmara aceitou na última quinta-feira o pedido de cassação baseado em um vídeo onde Luiz Antônio foi flagrado pedindo valores a um empresário do município, supostamente, para articular um golpe contra o prefeito Berg Lima (sem partido).
Luiz Antônio já é investigado em outro pedido de cassação, acusado, segundo áudio, de usar a máquina pública para denegrir a imagem do deputado federal André Amaral (MDB), recomendando a auxiliares “meterem o pau” no parlamentar.  A Comissão tem como relator o vereador cabo Rubens e membro Adriano Martins. Informações do Blog do Elton Santana.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here