Prefeito de Pedra Lavrada descumpre LRF e gasta 73,61% da receita com pessoal

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça Cumulativa de Picuí, abriu inquérito para investigar o prefeito do município de Pedra Lavrada, Jarbas de Melo (PSD), por improbidade administrativa.

De acordo com o promotor Sócrates da Costa Agra, Jarbas de Melo ultrapassou em quase 20% o limite legal de 54% em gastos com pessoal, atingindo o percentual de 73,61% da Receita Corrente Líquida.

O promotor lembrou que a omissão em resolver a ilegalidade pode fazer com que repasses da União sejam suspensos em virtude da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Leia o despacho de instauração do inquérito:

[pdf-embedder url=”https://paraibaja.com.br/wp-content/uploads/2019/12/058.2019.000569-NF-nº-1.24.000.000690.2019-28-Portaria_despacho-de-instauração-2019-0001291889.pdf” title=”058.2019.000569-NF nº 1.24.000.000690.2019-28-Portaria_despacho de instauração-2019-0001291889″]

Comente