Publicidade

Prefeito de Campina Grande responsabiliza Estado por ‘crise’ na segurança da cidade

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) rebateu nesta quinta-feira (14) as acusações de que a prefeitura estivesse propagando o clima de violência na cidade. Romero ainda disparou contra o governador Ricardo Coutinho (PSB): “a questão da segurança pública é constitucional, de responsabilidade do governo.”

- Continua depois da publicidade -

O tucano disse que a cidade vive um suposto clima de insegurança, e que o governo não transferisse para a esfera municipal o que é de sua obrigação. “Não foi nada deliberado, nem orientado pela prefeitura”, ressaltou.

Ele ainda explicou que as escolas municipais foram fechadas, não com a finalidade de propagar o medo, mas de zelo com os campinenses. Ele ainda disse que a decisão das universidades públicas e privadas de cancelar as aulas foi porque os ônibus não estavam circulando pela cidade.

“Foram momento de caos, perplexidade, insegurança e incerteza, que é de conhecimento de toda população. Quem vai colocar sua vida em risco?”, indagou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar