Prefeita no Mato Grosso renuncia ao cargo após posse de Lula

De acordo com a nota emitida pela Câmara Municipal, Carmelinda entregou a carta de renúncia na prefeitura às 9h30 desta terça

A prefeita da cidade de Carlinda, a 724 km de Cuiabá, Carmelinda Leal Martines Coelho (União Brasil), renunciou ao cargo, nesta terça-feira (3), devido a insatisfação com o resultado das eleições presidenciais realizadas no dia 30 de outubro de 2022. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno das eleições.

De acordo com a nota emitida pela Câmara Municipal, Carmelinda entregou a carta de renúncia na prefeitura às 9h30 desta terça. No documento, ela diz que não concorda com a gestão do novo presidente e abdica do cargo como prefeita.

“Minhas convicções políticas me colocaram na contramão da administração que se inicia no dia 1/1/2023, pelo novo presidente da república e, por isso, não tenho forças para continuar dando o melhor de mim na frente do poder executivo municipal”, consta na carta.

Carmelinda disse que vai “continuar lutando como cidadã, e está certa de que, mais uma vez, acertou e agiu em benefício do povo de Carlinda”.

Na nota, a câmara informou que a prefeita concordou em permanecer no cargo até o dia 31 de janeiro, para que o seu sucessor, o vice-prefeito pastor Fernando Ribeiro (PSC), possa ter uma transição adequada e assumir como chefe do executivo municipal.