Pré-candidato acusa Flávio Torreão de tentar comprar aliança em Serra Branca por R$ 100 mil

Suposta propina teria acontecido após reunião para tentar a união das oposições em Serra Branca no pleito deste ano

Foto: Divulgação

O pré-candidato a vice-prefeito de prefeito de Serra Branca, Gilmar Pereira (PT), acusou, nesse domingo (09), o ex-prefeito e pré-candidato a prefeito, Flávio Torreão, de tentar comprar aliança com o seu o grupo político na cidade para as eleições municipais deste ano. As declarações de Gilmar foram feitas no programa “O Cariri Pode Mais” da rádio Ind FM. 

Segundo Gilmar, o ex-prefeito Flavio Torreão  teria procurado o professor Galeguinho (MDB), também pré-candidato a prefeito, e teria oferecido R$ 100 mil para o professor desistir da sua candidatura.

O petista revelou que a suposta propina teria acontecido após uma reunião para tentar a união das oposições em Serra Branca no pleito deste ano. Segundo ele, a reunião contou com o grupo de Flavio Torreão, com o Deputado Dr. Romualdo e com o Professor Galeguinho. “Naquele momento foi discutido a possibilidade de uma união e que no fim do encontro teria chegado a um acerto de voltar a se reunir e ampliar as discussões para saber se o candidato seria Flavio ou Galeguinho”.

Gilmar prosseguiu relatando o fato e disse que após alguns dias, para a sua surpresa, Flavio Torreão, se encontra com outro grupo e põe fim ao diálogo que estava havendo anteriormente. De acordo com Gilmar, Flávio Torreão teria procurado o Professor Galeguinho e oferecido o dinheiro para o professor desistir da candidatura. “Galeguinho não aceitou, porque tem caráter e dignidade e representa um grupo de pessoas”, disse Gilmar.