Pré-candidato a vereador e assessor de Cabo Gilberto, Cabo Rui é preso por espancar a namorada

Conforme documento, pré-candidato foi enquadrado na Lei Maria da Penha, além de injúria, ameaça e lesão corporal dolosa

O pré-candidato a vereador pelo Patriota e cabo da Polícia Militar, em João Pessoa, Rui da Silva Nóbrega, mais conhecido como Cabo Rui, foi preso por agredir uma mulher no bairro dos Bancários, na capital paraibana. No início da pandemia, Rui chegou a invadir o Hospital Clementino Fraga, para supostamente “provar” que as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da unidade não estavam lotadas.

Conforme o documento, o pré-candidato foi enquadrado na Lei Maria da Penha, além de injúria, ameaça e lesão corporal dolosa.

O Cabo Rui é assessor do deputado estadual Gilberto Silva (PSL), conhecido como Cabo Gilberto. Neste ano, Rui tenta uma vaga na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).

De acordo com as informações, uma equipe do 5º Batalhão da Polícia Militar foi ao local para evitar mais agressões contra a mulher. O pré-candidato foi conduzido à Delegacia da Mulher, onde recebeu a autuação. Após isso, ele foi recolhido na prisão do 1º Batalhão.

Confira os documentos:

Comente