- Publicidade -
Cotidiano

Pré-candidato a prefeito em Cabedelo presta queixa-crime após ser ofendido em grupos

O pré-candidato a prefeito de Cabedelo, Sales Dantas, protocolou junto à Comarca de Cabedelo uma queixa-crime contra quatro pessoas após receber ofensas em diversos grupos em redes sociais.

- Continua depois da publicidade -

Sales Dantas alega, no documento protocolado em juízo, que os acusados são administradores de grupos de WhatsApp e estão ligados à gestão do atual prefeito Vitor Hugo.

“Ataques gratuitos, injustos, descabidos e, principalmente, inverídicos a sua honra objetiva e subjetiva, dignidade e decoro”, destaca trecho da queixa-crime.

A defesa do pré-candidato destaca o inciso III do 141 do código penal, no qual crimes contra a honra podem ter penas aumentadas em um terço se realizadas “na presença de várias pessoas ou por meio que facilite a divulgação da injúria” – o que seria o caso, já que as ofensas foram propagadas em grupos de WhatsApp contendo dezenas de participantes.

Sidney Araújo Guedes, Alisson Palmeira da Silva, Ivo da Silva Oliveira e Adriano De Mesquita Carvalho, administradores dos grupos “Segue o Trabalho Cabedelo”, “Junto e Misturado”, “Cabedelo Verdade ” e “Cabedelo na Rede”, deverão ser citados para se defenderem no devido processo legal.

Confira o documento:

[pdf-embedder url=”https://paraibaja.com.br/wp-content/uploads/2019/10/queixa-crime-SALES-DANTAS-1.pdf” title=”queixa-crime – SALES DANTAS (1)”]

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar