- Publicidade -
Política

Pra onde João vai? Saiba as opções que o governador tem para se filiar

Após o governador João Azevêdo revelar, na semana passada em entrevista à rádio Correio FM, que nos próximos dias deverá anunciar seu destino partidário, as especulações nos bastidores da política paraibana só aumentaram.

- Continua depois da publicidade -

Com o objetivo de tentar desvendar para onde vai João Azevêdo, o Paraíba Já ouviu, nesta segunda-feira (27), aliados próximos do governador paraibano. Todos palpitaram, mas pediram para não ter os nomes revelados.

A leitura dos aliados, contudo, é a de que para onde o governador for, vai levar consigo muitos ‘soldados’, tornando sua futura legenda em uma das mais fortes do Estado.

Confira abaixo as opções de João, conforme relatos de aliados:

Cidadania

Antigo Partido Popular Socialista (PPS), o Cidadania foi à legenda mais apontada por aliados como o destino mais provável do governador. Além de na Paraíba ser presidida por um “auxiliar graduado” de João Azevêdo – Ronaldo Guerra, que acumula os cargos de chefe de Gabinete do governador e de secretário de Governo -, a sigla, nacionalmente, faz oposição ao governo Bolsonaro e, na Paraíba, integra o chamado “campo democrático”.

PDT

Partido da vice-governadora Lígia Feliciano, o PDT é o preferido dos aliados do governador, sobretudo os mais ideológicos que se desfiliaram recentemente do PSB em João Pessoa. A sigla também é bem vista por fazer oposição a Bolsonaro e possuir um perfil mais à esquerda do que as outras opções. Pesa contra, no entanto, o fato de a legenda ser controlada no Estado pela família Feliciano, que vem demonstrado o interesse de continuar “dando as cartas” do partido na Paraíba.

Rede

Assim como o PDT, a Rede Sustentabilidade também foi citada por aliados do governador como uma das opções de legenda com perfil mais à esquerda. A ex-ministra e presidenciável Marina Silva, inclusive, já declarou que deseja a filiação de João Azevêdo à sigla, que na Paraíba conta com o deputado estadual Chió, aliado do governador. Um dos complicadores, porém, é o fato de o partido não ter atingido a cláusula de desempenho nas eleições de 2018.

Podemos

Presidido na Paraíba pelo vereador Galego do Leite, integrante do grupo liderado pelo senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB), o Podemos ou PODE é um dos partidos que mais tem feito por onde atrair João Azevêdo. Por contar com cinco deputados – João Gonçalves, Edmilson Soares, Branco Mendes, Lindolfo Pires e Trócolli Júnior – da base de sustentação política do governador na Assembleia, a sigla é citada como uma das opções mais seguras para João Azevêdo. A posição conservadora de membros do partido, como o senador Álvaro Dias (PR), no entanto, é apontado por aliados do governador como um fator complicador.

Outras legendas

As opções não se restringem apenas ao Cidadania, PDT, Rede e PODE. Partidos como Avante, PTB, PCdoB, Democratas, PT e até MDB também foram citados pelos aliados do governador ouvidos pelo Paraíba Já. Alguns chegaram a defender a tese de que a base aliada de João Azevêdo seja pulverizada em pelo menos três legendas, facilitando assim, as composições para as eleições municipais deste ano.

Comente

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar