POSTURA: João ressalta gestão de RC, mas garante independência caso chegue ao Palácio da Redenção

RC diz que escolha do vice de João ocorrerá no “tempo certo” e manda recado para oposição

O Secretario de infraestrutura da Paraíba e pré-candidato ao Governo do Estado, João Azevêdo (PSB), revelou nesta sexta feira (09), que gostaria de contar, caso eleito, com o apoio do atual governador, Ricardo Coutinho (PSB) em sua eventual gestão. Contudo, Azevêdo deixou bem claro durante entrevista que quem será o governador é ele e espera contar com Ricardo como seu conselheiro político.

“Eu não seria fantoche e nem manobrado por quem quer que seja. Respeito o governador muito e aprendi muito com ele. Tivemos uma  troca de experiencias com aquilo que pude contribuir e aprendi com ele fazendo a gestão. Mas a partir de primeiro de janeiro de 2019, chegando lá, serei eu, o governador. Claro que ter Ricardo como conselheiro político será uma honra, para qualquer cidadão, por tudo que ele demonstra e por tudo que ele tenha conhecimento. Entretanto, a parte administrativa caberá ao novo governo que terá muitas coincidências com esse porque nós temos uma visão clara de olhar para os que antes eram invisíveis”, ressaltou.

João também ressaltou que a Paraíba cresceu muito na administração de Ricardo Coutinho, vai continuar com diversos programas mas que Ricardo é Ricardo, e João e João.

“A Paraíba de hoje não existia há quase uma década atrás. Pensamos dessa maneira, mas teremos também um planejamento macro desse estado. Nós resolvemos o problema de logística de transporte. Em três anos teremos a segurança hídrica. Vamos ter soluções na distribuição elétrica e com investimentos em energia solar e éolica. Esse estado vive hoje um momento muito diferente do que existia a algum tempo atrás. Pode ter certeza, vou continuar com inúmeros programas que esse governo começou a implementar e que deram muito certo e muitas outras serão feitas, mas de outra maneira porque eu não sou Ricardo Coutinho e sim João Azevedo”, explicou.

Comente