Porto do Capim: Milanez diz que povo é usado como massa de manobra

Milanez Neto diz que Cartaxo não cumpriu promessas de campanha devido à crise econômica

O líder do governo na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Fernando Milanez (PTB), questionou os manifestantes que ocuparam as galerias da Casa Napoleão Laureano nesta terça-feira (26) em protesto à decisão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) de despejar famílias do Porto do Capim. Milanez perguntou se os mesmos eram moradores da localidade e acusou “setores políticos” de plantarem protestos para gerar crise na Prefeitura.

+ Moradores do Porto do Capim protestam na CMJP contra despejo da Prefeitura

“Eu não sei se estes aqui são os verdadeiros moradores do Porto do Capim. Lamento como setores políticos usam o povo como massa de manobra. Me admira vereadores que dizem que vão para frente dos tratores. Esse debate é nocivo, um discurso contra cidade de João Pessoa. A prefeitura quer dialogar. Esse projeto existe há mais de 20 anos. Mas é esse diálogo que vocês querem, unilateral. O que nossa gestão está fazendo é restabelecendo qualidades humanas, é cuidar das pessoas. E vocês não vão ganhar no grito”, afirmou.

Comente