Por tempo indeterminado: greve dos bancários tem adesão de 90% da categoria na Paraíba

    0

    Aproximadamente 2,5 mil bancários paralisaram as atividades por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (06) na Paraíba, representando 90% da categoria. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba Marcos Henriques, os bancários estão conscientes e revoltados com a situação que enfrentam.

    O piso salarial da categoria não ultrapassa o valor de R$ 2 mil, o que é, de acordo com os bancários, insuficiente diante da carga de trabalho que os profissionais enfrentam, além de outros problemas, como a falta de contratações e de segurança.

    “Evidenciamos esse ano uma proposta de abono salarial, com um achatamento salarial e complementação com abono. Não se fala em contratação, o Banco do Brasil aposentou 95 funcionários, a Caixa Econômica aposentou 60 e ninguém foi contratado, o que aumenta as esperas nas filas, e sobrecarga dos funcionários, e isso causa uma revolta muito grande, os funcionários estão ficando doentes”, afirmou o presidente.

    Marcos Henriques também levantou que a uma das principais reivindicações da categoria é o investimento de 5% dos bancos em segurança. “Os bancários trabalham com medo, e vivem situações de risco no ambiente de trabalho”, revelou.

    Ele também denunciou que existem na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) um projeto estadual que regulamenta a segurança das agências bancarias do Estado, mas essa matéria continua esquecida na Casa Epitácio Pessoa. “Queremos política de prevenção e é muito estranho que esse projeto esteja enterrado desde 2013 nas gavetas da Assembleia”, sentenciou Marcos Henriques.

    Comente

    Antares

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here