Pontos de JP continuam com trânsito lento devido à paralisação de motoristas de ônibus

Motoristas de ônibus de João Pessoa continuam a se manifestar contra a atrasos salariais e condições de trabalho. Eles estão paralisados com os veículos em faixas exclusivas de ônibus na Lagoa, na Avenida Cardoso Vieira, em frente à Companhia Brasileira de Trens Urbanos [CBTU] e no Terminal de Integração.

O protesto causou trânsito lento nos entornos de onde os motoristas estacionaram os ônibus, porém, aos poucos vem sendo normalizado – uma vez que os veículos estão nas faixas exclusivas e a Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) deslocou equipes para auxiliar na fluidez do trânsito. Para a população, não está havendo o serviço de transporte público por ônibus nesta segunda-feira (21).

Além de protestar contra as empresas, pelos salários e condições de trabalho, o Sindicato dos Motoristas da Paraíba pleiteia também audiência com o prefeito da capital, Luciano Cartaxo (PV) e com o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), para pressionar que as autoridades imponham fiscalização rigorosa contra a atuação de motoristas clandestinos na capital do Estado.

“Estamos com salários atrasados, mas o problema é muito maior. O sistema de transporte coletivo quebrou. Tínhamos 50 empresas e hoje temos 10, das quais 90% estão quebradas. Estamos perdendo nossos empregos para os clandestinos e até mototaxistas já começaram a circular em alguns bairros de João Pessoa. É preciso que o governador e o prefeito tomem providências”, disse Antônio de Pádua Dantas Diniz, presidente da entidade.