Policiais do 2º Batalhão prenderam, nessa quarta-feira (24), o suspeito de praticar três roubos na mesma padaria, em menos de 30 dias, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. O acusado, de 21 anos, teria envolvimento também em roubos a mercadinhos do bairro do Catolé, ocorridos no passado.

O comandante do 2º Batalhão, major Cristóvão Lucas, disse que ao saber do assalto que aconteceu na terça-feira à padaria, na Rua Abel Costa, em Bodocongó, uma equipe da PM foi até o local colher mais informações. “Foi constatado que a vítima não havia feito o registro de nenhum dos casos. Pedimos para que o proprietário fosse fazer o boletim de ocorrência e as guarnições começaram as diligências, levantando informações que foram fundamentais para chegar até ele, que foi abordado a pé, em Bodocongó”, disse.

O major contou que o suspeito agia sempre em uma moto cinquentinha. “Tanto na padaria quanto no mercadinho, as vítimas contaram que ele estava em uma cinquentinha. Esta é a segunda prisão realizada pelo 2º Batalhão de suspeitos de crimes contra o patrimônio lá no bairro de Bodocongó, em menos de uma semana. No fim da noite do último domingo (21), foram apreendidos os três adolescentes que vinham sendo apontados como responsáveis por diversos assaltos a pessoas, escolhendo como alvos estudantes e mototaxistas no bairro”, destacou.

O suspeito preso nessa quarta-feira, que já responde por porte ilegal de arma, foi levado para a 3ª Delegacia Distrital. Ele seria o homem que aparece nas imagens de circuito interno de um mercadinho que foi assaltado no ano passado, na rua João Quirino, no Catolé, e amplamente divulgadas na mídia. A polícia aguarda o comparecimento de donos de outros estabelecimentos comerciais assaltados para reconhecer o preso.

Comente

Antares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here