Polícia investiga o furto de pelos menos 13 animais da Bica, em João Pessoa

Caso teria acontecido na madrugada do dia 1º de setembro, mas a informação só foi confirmada nesta quarta-feira

Pelo menos treze animais foram furtados do Parque Arruda Câmara (Bica), em João Pessoa. O caso teria acontecido na madrugada do dia 1º de setembro, mas a informação só foi confirmada nesta quarta-feira (7). O recinto das aves do zoológico foi invadido.

De acordo com o delegado Nélio Carneiro, um boletim de ocorrência foi registrado pelo diretor da Bica, Rodrigo Fagundes. As seguintes aves foram furtadas:

  • 1 papagaio moleiro
  • 1 papagaio verdadeiro
  • 2 papagaios do mangue
  • 2 maracanãs
  • 1 maitaca da cabeça azul
  • 2 sabiás cinzentos
  • 1 sabiá laranja
  • 2 sonhaços cinzentos
  • 1 periquitão maracanã

Em nota, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) de João Pessoa, responsável pela Bica confirmou o crime e disse que “está tomando todas as providências para que os responsáveis sejam identificados e punidos”. Segundo a Semam, os técnicos do órgão estão trabalhando para que as aves sejam localizadas e devolvidas.

O secretário da Seman, Welison Silveria, disse que a segurança do parque é feita pela Guarda Municipal, mas que esse serviço vai ser reforçado. “A Polícia Militar sempre realiza ronda também. Estamos reforçando essa segurança através da contratação de uma segurança privada, 24 horas, que estará sempre à disposição,fazendo rondas e fazendo a vigilância para evitar casos como esse”, disse.

Ainda conforme informações do delegado Nélio Carneiro, que recebeu a ocorrência, a Polícia Civil deve começar a convocar pessoas da Bica para prestar depoimento nesta quinta-feira (8), mas só devem ser ouvidos na sexta-feira (9). O circuito interno de câmeras de segurança também será solicitado.

Sobre a investigação, o secretário afirmou que por se tratar de um crime envolvendo animais silvestres, a Polícia Federal também vai ser acionada. Do g1.