Polícia investiga golpe de revendedora de carros que teria causado prejuízo de R$ 3 mi

A Polícia Civil da Paraíba está investigando um suposto golpe ocorrido em João Pessoa que pode ter causado a cifra de R$ 3 milhões de prejuízos às vítimas. Na tarde dessa quinta-feira (26), a Delegacia de Defraudações e Falsificações da Capital recebeu denúncias de que clientes teriam sido lesados pelo proprietário de uma revendedora de veículos, que atuava às margens da BR 230, no bairro de Miramar, em frente ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

Segundo a queixa prestada na delegacia, o proprietário da loja teria fechado o estabelecimento e desaparecido, com todos os veículos da revendedora. Estima-se que havia no local cerca de 40 automóveis. Com isso, houve prejuízos aos clientes, que deixaram seus carros no comércio com o objetivo de serem revendidos.

De acordo com o delegado da DDF, Lucas de Sá, o desparecimento do dono e dos veículos teria ocorrido na última segunda-feira (24). Nas primeiras diligências feitas pelos policiais, foi constatado que a loja está fechada e com placa de “aluga-se”.  O proprietário da concessionária, de nome Josebrando Lopes Maciera Júnior, mais conhecido como “Júnior da Ponto Auto”, ainda não foi localizado pelos policiais.

Também há informações de que o empresário teria causado prejuízos até entre os funcionários, que não receberam direitos trabalhistas e não foram sequer informados sobre o fechamento do estabelecimento.

A DDF orienta que outras pessoas que tenham sido vítimas da loja também procurem a delegacia para fazer a denúncia. Qualquer informação sobre o caso pode ser repassada à polícia de forma anônima e gratuita pelo número 197. A Secretaria de Estado de Segurança e Defesa Social garante o sigilo das informações.  A identidade do denunciante será preservada.

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]