Polícia encerra festa com mais de 200 pessoas e prende suspeitos em CG

Também foram apreendidas substâncias do tipo loló, cocaína e maconha. Quantia de R$ 351 já havia sido arrecadada durante o evento

A Polícia Militar encerrou mais uma festa que violava as medidas de distanciamento social devido à pandemia do coronavírus. O evento foi realizado na noite desta sexta-feira (18), em uma residência no bairro de Catolé, na cidade de Campina Grande. No local, além da violação da medida sanitária em decorrência da pandemia, a PM constatou a presença de mais de 200 pessoas, dentre elas vários menores que consumiam bebida alcoólica e entorpecentes. Foram apreendidas substâncias do tipo loló, cocaína e maconha, e quatro suspeitos foram conduzidos à Delegacia.

A ação foi realizada por policiais militares da Força Regional, com o apoio de equipes do Choque do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Batalhão de Trânsito e do 10º Batalhão, que, após receberem denúncias sobre o evento, realizaram um cerco no local, podendo assim proceder as buscas pessoais e a varredura no ambiente, o que culminou na apreensão de sete frascos que totalizavam mais de quatro litros de substância semelhante a loló, 49 frascos menores contendo a mesma substância, 10 cigarros e mais três porções de substância semelhante à maconha, 14 porções de substância semelhante à cocaína, além de três garrafas de Vodka e 31 latas de cerveja.

Quatro pessoas foram conduzidas à delegacia como responsáveis pelo evento. O material apreendido também foi apresentado ao delegado de plantão. Os suspeitos já haviam arrecadado a quantia de 351 reais com a cobrança de ingressos e a venda de bebidas. Tratavam-se de duas mulheres, de 24 e 19 anos, e dois homens, de 21 e 37 anos, que foram autuados, na Central de Flagrantes de Campina Grande, pelos crimes de corrupção de menores e tráfico de entorpecentes. Sete menores também foram conduzidos à delegacia, na condição de vítimas, e foram liberados na presença dos responsáveis legais após os procedimentos cabíveis.