Publicidade

Polícia Civil prende quadrilha acusada de assaltar carro-forte em João Pessoa

A Polícia Civil de Pernambuco desarticulou uma organização criminosa envolvida no roubo de bancos e carros-fortes em todo o Nordeste nesta quinta-feira (4). Dos sete envolvidos identificados, quatro foram presos nesta madrugada durante a operação ‘Reincidência’ por oficiais da Delegacia de Roubos e Furtos. Os outros três suspeitos já são detentos do sistema penitenciário pernambucano. Com os presos, a polícia encontrou sete armas de fogo e R$ 816 mil roubados na última terça-feira (2) na Paraíba.

- Continua depois da publicidade -

Segundo o diretor de Polícia especializada de Pernambuco, Joselito Amaral, o dinheiro apreendido foi roubado de um carro-forte em João Pessoa há dois dias. Na ocasião, o grupo sequestrou o motorista do veículo e colocou explosivos em seu corpo para obrigá-lo a pegar o carro-forte da empresa em que trabalhava. O montante foi encontrado em uma casa mantida pelo grupo na Paraíba, indicada pelos suspeitos após a prisão. Com eles também foram encontrados quatro revólveres, duas escopetas e uma espingarda.

Amaral ainda revelou que as prisões são resultado de nove meses de investigações. Nesse período, os suspeitos praticaram diversas investidas a agências bancárias do Nordeste. “A operação foi chamada de Reincidência porque todos os presos já tinham passagem pelo sistema prisional pelos mesmos crimes: assalto a bancos e carros-fortes e sequestro de parentes de gerentes para o mesmo fim, o assalto”, afirmou o diretor de Polícia.

Da Redação com G1

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar