PMJP descarta suspeita de febre amarela em paciente atendido na UPA Oceania

A Secretária Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa divulgou nota descartando a suspeita de febre amarela, no paciente atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oceania, no último domingo (28).

De acordo com a SMS, os primeiros exames confirmaram a Hepatite A. Porém foram realizados exames para descartar outras suspeitas, como Dengue, Zika, Chikungunya, Hepatites, Febre Amarela, Leptospirose e outras.

Confira a nota na íntegra:

Sobre o caso em investigação para febre amarela, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que:

1.     O paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oceania no domingo (28), como caso suspeito de Hepatite e foi encaminhado para o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW).

2.     Para descartar ou confirmar possíveis suspeitas, foi feita a coleta do material biológico (amostra de sangue) do paciente e enviado para laboratórios especializados onde será testado para doenças como Dengue, Zika, Chikungunya, Hepatites, Febre Amarela, Leptospirose e outras.

3.     Os primeiros resultados de exames confirmaram para Hepatite A, sobretudo a Secretaria Municipal de Saúde continua investigando o caso para Dengue e outras arboviroses. De acordo com a vigilância epidemiológica, o paciente se deslocou para áreas de risco para febre amarela, mas também transitou por locais que são apontados com surto de Hepatite A.

4.     As equipes de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da SMS estão acompanhando o caso e realizando os protocolos de investigação estabelecidos, bem como desencadeando as medidas cabíveis para proteção da saúde pública e reforçando as ações de prevenção.

A SMS se coloca a disposição para quaisquer esclarecimentos e reforça a informação de que a população não precisa se alarmar, considerando que, João Pessoa não é área endêmica para a febre amarela conforme relação do Ministério da Saúde (MS) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]