Publicidade
Cotidiano

PM desarticula quadrilha que abastecia com ecstasy ‘festinhas’ de jovens de classe média

Os policiais da 6ª Companhia do 1º Batalhão desarticularam nas últimas horas uma quadrilha suspeita de vender comprimidos de ecstasy a estudantes da Capital. Os suspeitos, dois homens e uma mulher, foram presos em três bairros com 387 unidades da droga, através de uma operação coordenada pelo capitão Sidnei Paiva.

- Continua depois da publicidade -

O oficial contou que a prisão dos suspeitos começou com uma abordagem a um estudante de 25 anos, na frente do Campus I da Universidade Federal da Paraíba, no bairro do Castelo Branco. “Com ele, encontramos 100 comprimidos de ecstasy e flagramos o suspeito conversado por um aplicativo de celular com o chefe do esquema criminoso, que era funcionário de uma faculdade do Centro da Capital”, detalhou.

Os policiais foram até a faculdade e encontraram o suspeito, de 22 anos, que levou a PM até a casa dele, no bairro do Roger, onde estavam outros 100 comprimidos da mesma droga e duas balanças de precisão. O jovem revelou que contava com o apoio de uma estudante universitária, de 19 anos, que era responsável por guardar as drogas, no bairro de Mangabeira, e fazer o serviço de entrega também em festas de música eletrônica. Com ela, foram apreendidos outros 187 comprimidos e uma caderneta de ‘clientes’.

“Com a prisão dos três, desarticulamos um esquema que fornecia este tipo de droga para pessoas de classe média alta em universidades e festas”, concluiu o capitão. O trio foi apresentado na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar