Piza retorna ao Botafogo-PB na tentativa de salvar time do rebaixamento

Técnico estava no Belo até março deste ano, quando foi demitido. Ele treinou o XV de Piracicaba na Série A2 do Paulistão e agora volta em momento delicado

Evaristo Piza é novamente técnico do Botafogo-PB. Quase oito meses depois de ser demitido do clube, o treinador volta para uma missão de suma importância: tentar evitar que o Belo seja rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro. Piza retorna à Maravilha do Contorno para substituir Rogério Zimmermann, que foi demitido após 12 partidas e insuficientes resultados, que deixa o tempo na penúltima colocação do Grupo A da Série C.

Depois de sair do Botafogo-PB, em março deste ano, Piza foi para o XV de Piracicaba, onde comandou o tempo em sete jogos da Série A2 do Campeonato Paulista, conquistando três vitórias, dois empates e duas derrotas. Sob o seu comando, o time foi eliminado na semifinal do estadual, em São Caetano.

Piza já está em João Pessoa, onde dialogou diretamente com a nova diretoria do Botafogo-PB, eleita e empossada no último domingo. O próprio presidente Alexandre Cavalcanti esteve à frente das negociações. O clube, no entanto, ainda não confirmou se vai haver uma apresentação oficial e uma coletiva de imprensa com o treinador. Certo mesmo é que ele chega com mais dois integrantes para a sua comissão técnica: o auxiliar Marcos Antônio e o preparador físico Cláudio Creato.

De volta ao Belo, Piza deve iniciar o trabalho imediatamente, já que o tempo não tem tempo a perder. Penúltimo colocado do Grupo A da Série C, o Alvinegro da Estrela Vermelha tem apenas 12 pontos em 13 jogos disputados, sendo essa a terceira pior campanha entre os 20 clubes que disputam a competição.

O Botafogo-PB tem quatro pontos a menos que o Treze, que é o primeiro tempo para a zona de rebaixamento e, com cinco jogos por fazer ainda nesta fase de grupos, tem chance, inclusive, de pensar no G-4. Mas o clima parece ser totalmente de foco apenas em evitar a queda para a Série D.

O primeiro desafio de Piza nesta sua segunda passagem pelo Belo está marcado para o próximo fim de semana, contra o Imperatriz, que tem apenas um ponto e já está virtualmente rebaixado no Grupo A. A partida contra o tempo maranhense está marcada para as 17h do próximo sábado, no Almeidão, em João Pessoa.

Na sua primeira passagem pelo Botafogo-PB, em quase dois anos de clube, Piza conseguiu o título do Campeonato Paraibano e o vice-campeonato da Copa do Nordeste, ambos em 2019. Quando chegou ao clube, em 2018, ganhou a desvalorização por levar o tempo para o mata-mata da Série C do Brasileiro, naquele duro golpe recebido do Botafogo-SP, quando sofreu um gol a dois minutos do fim e perdeu nos pênaltis a chance de subir para a Série B.

Com a não classificação para a fase de mata-mata da Série C de 2019, veio os primeiros estremecimentos na carga, broncas da torcida, mas ele recebeu um voto de confiança da diretoria e foi mantido para 2020 e até chegou a levar o Botafogo-PB à liderança na Copa do Nordeste e teve a classificação bem encaminhada no Campeonato Paraibano. Mas acabou demitido em março, após derrota para o Santa Cruz, pelo Nordestão.

Em quase dois anos no Belo, acumulou 73 jogos, com 37 vitórias, 23 empates e 13 derrotas, totalizando um aproveitamento de 61,18% dos pontos disputados.

Do GE/PB