PF prepara transferência de cerca de 500 golpistas para presídio no DF

As forças de segurança se mobilizam, nesta terça-feira (10), contra uma possível reação de bolsonaristas radicais detidos no Distrito Federal. Imagens do ginásio da Academia Nacional da Polícia Federal mostram que policiais fizeram um cordão humano em frente ao local.

Cerca de 500 presos, considerados os mais radicais, serão encaminhados para a Penitenciária da Papuda. De acordo com a Polícia Federal, “por questões humanitárias”, foram liberados 599 detidos, em geral idosos, pessoas com problemas de saúde, em situação de rua e mães acompanhadas de crianças.

Os suspeitos foram presos entre domingo (8) e segunda (9), após ataques terroristas às sedes dos três poderes da República. Eles são investigados por crimes como golpe de Estado, roubo, lesão corporal e outros.

No ginásio da PF, os detidos passam por uma triagem e são submetidos aos procedimentos da polícia judiciária. Em seguida, eles são apresentados à Polícia Civil do DF, responsável pelo encaminhamento dos detidos ao Instituto Médico Legal (IML) e, posteriormente, ao sistema prisional. Do g1.