Pesquisa Quaest: 90% dos brasileiros querem eleição decidida em primeiro turno

A pesquisa Genial/Quaest divulgada na terça (27) revela que 90% dos brasileiros querem que a eleição presidencial termine no primeiro turno, marcado para o domingo (2).

A ampla maioria (50%) diz que não “aguenta mais eleição”, índice que é ligeiramente maior entre as mulheres (52% delas já estão cansadas do assunto, contra 46% dos homens), e entre quem ganha até dois salários mínimos (53%,contra 41% de quem ganha mais de cinco salários mínimos).

Os eleitores que mais desejam que a eleição se encerre daqui a três dias são os de Jair Bolsonaro (94%) e Lula (93%). Entre os eleitores de Ciro Gomes (PDT), o percentual é menor: 80% gostaria que o pleito se encerrasse no dia 2 de outubro, percentual idêntico aos de eleitores de Simone Tebet (MDB).

Um outro percentual da população (18%) afirmou querer que o concorrente de sua preferência “vença logo”, revelando “medo de o candidato perder no segundo turno”.

Outros 13% afirmaram que a eleição já está decidida e que “já sabem quem vai ganhar”. Um segundo turno, portanto, seria perda de tempo.

E uma parte minoritária, mas significativa (10%) diz que encerrar a eleição garantiria “menos chance de golpe, confusão e violência”.

A Genial/Quaest ouviu dois mil eleitores entre os dias 24 e 27 de setembro e está registrada no TSE sob o número BR-04371-2022.

Pesquisa Abrapel/Ipespe divulgada no sábado (24) também sondou o humor dos eleitores sobre o prolongamento da eleição. Naquele momento, 70% disseram que seria “melhor” que a eleição fosse decidida no primeiro turno, contra 20% que responderam que “tanto faz” e 8% que disseram preferir que ela seja definida apenas no segundo turno.

Pesquisas recentes mostram que Lula teria hoje mais da metade dos votos válidos, o que dá a ele a chance matemática de vencer no domingo (2), já na primeira rodada eleitoral.

O Datafolha mostrou na semana passada que Lula tinha 50% dos votos válidos, contra 35% de Bolsonaro. Pelos números do Ipec divulgados na segunda (26), Lula teria 52%, contra 34%. E a pesquisa Quaest mostrou Lula com 50,5%, contra 36,6% do atual presidente da República.

Uma nova pesquisa Datafolha para presidente e para os governos de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro será divulgada a partir das 18h desta quinta-feira (29).

O penúltimo levantamento do instituto antes das eleições mostrará, além de intenção de votos, avaliação do governo de Jair Bolsonaro (PL) e dos governos de Rodrigo Garcia (PSDB), em São Paulo; Romeu Zema (Novo), em Minas Gerais; e Cláudio Castro (PL), no Rio de Janeiro.

Da Folha de S.Paulo