Publicidade
Economia

Pesquisa aponta negócios mais promissores para pequenas empresas em 2019

Os micro e pequenos negócios voltados aos serviços são os que terão maior chance de sucesso ao longo de 2019. Dessa forma, os empreendimentos do setor que atuam nas áreas de saúde, educação e transporte, por exemplo, estarão em alta. Além disso, os pequenos negócios ligados ao atendimento das necessidades básicas da população, tais como alimentação, vestuário, calçados e construção, e ao setor agropecuário também têm boas perspectivas de crescimento durante este ano.

- Continua depois da publicidade -

A previsão resulta do estudo “Negócios Promissores em 2019”, elaborado pelo Sebrae, e beneficia tanto os donos de pequenos negócios que já atuam nos respectivos setores quanto quem planeja abrir o próprio empreendimento neste ano. Para a estimativa, os estudiosos identificaram os negócios mais promissores para 2019, em termos de crescimento do número de micro e pequenos empreendimentos, utilizando referências da economia, a exemplo de inflação, taxa de juros, taxa de câmbio e rendimento dos trabalhadores, e as estimativas para a safra agrícola 2018/2019.

“Em 2019, teremos um processo de mudança de ênfase das atividades de reparação e manutenção, que se destacaram durante a crise econômica, para as tendências de longo prazo. Assim, o setor de serviços se mostra como o mais promissor para os pequenos negócios neste ano, com destaque para os serviços pessoais, os prestados às empresas, os da área de transporte, saúde e educação e informática e comunicação. Os donos de micro e pequenos negócios devem atentar, ainda, para os fatores externos da macroeconomia, tais como inflação, taxa de juros e crescimento do PIB”, avaliou o superintendente do Sebrae Paraíba, Walter Aguiar.

Com a expectativa de crescimento de 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB), a estimativa é de recuperação moderada dos pequenos negócios ao longo deste ano. Outra influência positiva será a inflação, que, sob controle, deverá favorecer todos os tipos de micro e pequenos negócios, já que tende a manter o poder de compra dos salários e melhorar o horizonte de planejamento e investimento das empresas. Além disso, espera-se uma ligeira expansão no rendimento real dos trabalhadores – em 2018, o crescimento foi de 1,1% a.a. Com isso, as MPE voltadas ao atendimento das necessidades básicas e serviços pessoais tendem a serem mais favorecidas.

Ainda, conforme o estudo, a safra agrícola esperada para 2019 será próxima do recorde histórico (238 milhões de toneladas de grãos), favorecendo os produtores rurais voltados para o mercado interno e exportadores de produtos agrícolas. As MPE que atuam no comércio de cidades de médio e pequeno porte, que estão próximas dos polos de produção agrícola, também serão beneficiadas com a injeção de renda do agronegócio na economia. No âmbito externo, a retomada do mercado norte-americano deve estimular as exportações para aquele país, compensando a provável queda das exportações para a Argentina.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar