Perilima fará novos exames nos atletas infectados por Covid-19

Uma semana após confirmar nove casos de Covid-19 em sua delegação — entre atletas e funcionários —, a diretoria da Perilima voltou a se pronunciar sobre o surto da doença. Através da assessoria de imprensa, a Águia de Campina informou que uma nova remessa de exames está marcada para a próxima quarta-feira, com os sete jogadores que testaram positivo.

Todos estão assintomáticos e seguem isolados, aguardando os novos exames. Já o preparador físico Toni Souza está curado e teve alta hospitalar. Ele passará um período de oito dias em casa, na cidade de Mossoró, e só depois desses dias de repouso, voltará com os trabalhos no clube.

O gerente de futebol Ramon Smith, que também exerce o cargo de assessor de imprensa do clube, foi quem falou sobre o assunto com o ge Paraíba. Na semana passada, Ramon estava na lista dos que haviam positivado no exame para Covid-19, mas ele já realizou um novo teste e o resultado foi negativo.

— Apresentei alguns sintomas, mas, quando fiz o teste Swab na terça-feira, deu negativo. No sábado, voltei a fazer um sorológico, e deu novamente negativo para IgG e IgM. Quarta-feira testarei mais uma vez – explicou Ramon Smith.

Tudo isso estourou na segunda-feira da semana passada, dia em que os garotos do time sub-20 da Perilima fariam sua estreia na Copa do Brasil, contra o Bahia, em partida válida pela primeira fase da competição nacional. A consequência desse surto foi que o time teve que ir a campo desfalcado — pois a CBF não acatou o pedido da diretoria da Águia para adiar a partida —, com apenas oito jogadores, e ainda precisou improvisar o volante Lyedson no gol.

Mesmo saindo à frente no placar, a Perilima não conseguiu segurar um Bahia que jogou completo. O time da Boa Terra virou para 4 a 1, e a partida precisou ser encerrada ainda no primeiro tempo após dois jogadores da Águia saírem machucados, deixando o time com número de atletas insuficiente para a continuidade do jogo.

Quem comandou o time da Perilima foi o auxiliar técnico Stefferson Bruno, pois o técnico Dinho foi mais um membro que ficou fora da partida, por também ter apresentado alguns sintomas de Covid. No dia seguinte, já se sentindo melhor, ele não chegou a fazer o teste para comprovar se estava ou não infectado.

Alguns dos atletas que tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus — o clube não divulgou os nomes — fazem parte do time profissional que jogará o Campeonato Paraibano, e só devem voltar aos treinos com o restante do grupo após os resultados desta nova rodada de exames. A Perilima estreia no estadual fora de casa, contra o Nacional de Patos, no dia 3 de abril, em partida que acontece no Estádio José Cavalcanti.

Do Globo Esporte/PB.