O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) admitiu, nesta quarta-feira (14), que seu pai, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), pode abdicar de disputar a reeleição para facilitar a formação de um chapa majoritária encabeçada pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues.

“Existe um cenário onde o senador Cássio possa ir para a Câmara (dos Deputados) para fazer uma composição na chapa majoritária com o prefeito Romero. O nome do prefeito Romero deve ser a exclusividade do PSDB. Se for necessário para fazer a composição da chapa com Romero na majoritária, não existe essa obsessão do senador Cássio em disputar a reeleição ao Senado. Existe um sentimento de aliança que está acima de qualquer pretensão pessoal”, observou o deputado.

Para Pedro, o objetivo continua sendo a unidade das oposições, mesmo após a desistência do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD). “Temos (o PSDB) uma pré-candidatura há algum tempo e não é de hoje que temos a defesa do nome do prefeito Romero. A oposição tinha três nomes, agora tem dois (Romero e José Maranhão), e vamos tentar afunilar isso para conseguirmos resgatar a tese da composição permanecer unida”, destacou o tucano

Questionado sobre a possibilidade de ser escolhido o candidato a oposição ao governo, Pedro Cunha Lima disse que fica feliz por ter o nome lembrado pelos colegas de legenda, apesar de não de haver possibilidade de vir a ser a cabeça de chapa do PSDB. “Não consigo trabalhar com essa hipótese”, disparou.

As declarações do deputado foram dadas em entrevista à Rádio Correio FM.

Camara Municipal