Em recente discurso o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) detalhou dados e números sobre despesa com a máquina publica estatal. Segundo ele, são gastos mais de R$ 1 bilhão apenas com carros oficias, o que daria para construir cerca de 21 mil casas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. Porém ao criticar tais gastos, o deputado tucano esqueceu uma fatura de pagamento pago por seu gabinete, a empresa Ways Rent a Car, para locação e um veículo para lhe prestar serviços ao seu gabinete.

Durante recente entrevista o deputado questionou se não é o sistema que mantêm as desigualdades e acrescentou que o sistema é covarde. “Esse debate não inclui só a classe política. São autoridades de todos os poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. É máquina pública. Vivemos um sistema que explora o mais humilde, que paga imposto e não tem de volta Saúde e Segurança. Temos que nos questionar o que precisa mudar. Será que não temos um sistema que mantêm desigualdades. Esses privilégios mostram um sistema que é covarde. Seja o carro, seja o cargo comissionado, seja o auxílio moradia do juiz. Temos que debater com muita franqueza e espírito de solidário com todo o Brasil”, avaliou.

Porem a fatura do serviço, ao CPF de número: 084.300.054-83, de Pedro de Oliveira Cunha Lima, endereço, Câmara dos Deputados, Anexo III, Gabinete 611 – Brasília- DF, no valor de R$ 3.600,00, para a locação de um veiculo Corolla, placa QFO-6917, no período de 01/11/2017 a 30/11/2017.

Outras incoerências – Nas suas redes sociais, Pedro convoca o Congresso a cortar na sua própria carne recheada de privilégios. Ele defende que antes de tratar da ‘Reforma da Previdência’, os poderes tratem da ‘Reforma dos Privilégios’, mas esquece que sua família é recheada de regalias, que vão desde seu pai o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que recebe, um total, R$ 57,2 mil, entre salário do Congresso e pensão como ex-governador da Paraíba, algo muito criticado pelos brasileiros, a inúmeras indicações de familiares e amigos em cargos públicos sem concurso.

Pedro defende não uso de carros oficiais, mas gasta dinheiro público com aluguel de veículos

Camara Municipal