PB supera média nacional de Acesso à Informação Pública com 98% de eficiência

    Publicidade

    Na Paraíba, 98% dos pedidos de informação enviados às secretarias e órgãos do Executivo foram atendidos no prazo estipulado pela Lei de Acesso à Informação (LAI). O desempenho é superior à média nacional, que foi de 69%, e a de outros estados como São Paulo (79%), Minas Gerais (67%) e Rio de Janeiro 34%, além do Distrito Federal, 92%. “A Paraíba está na vanguarda do cumprimento da ordem legal”, avalia a secretária-chefe da Controladoria Geral do Estado (CGE-PB), Ana Maria Cartaxo.

    O levantamento, divulgado pela Escola Brasileira de Administração Pública (Ebape) da Fundação Getulio Vargas (FGV), foi realizado de abril a setembro deste ano. Das 630 solicitações recebidas na Paraíba, 617 foram atendidas no prazo, seis foram negadas e apenas sete extrapolaram o período legal. O Governo Federal, que sancionou a lei 12.527/2011, atendeu 88% dos pedidos dentro do prazo.

    Publicidade
    ALPB

    Na Paraíba, as solicitações são feitas por meio do Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), coordenado pela Controladoria Geral do Estado da Paraíba (CGE-PB). O SIC está disponível nas páginas do Portal do Governo (www.paraiba.pb.gov.br), e presencialmente nas Casas de Cidadania, e integra as soluções desenvolvidas pelo Sistema Integrado de Governança do Estado (Sige-PB). “A Paraíba está atenta ao princípio republicano da transparência e isso inclui o acesso a qualquer tipo de dado e informação. O sistema está 100% disponível para que o cidadão nos encaminhe seu pedido”, completa Ana Cartaxo.

    O secretário-executivo da CGE, e coordenador do SIC, Valter Viana, destaca que o Governo da Paraíba continuará investindo no aperfeiçoamento do SIC. “Nossa meta é 100% de respostas dentro do prazo. Para tanto, estamos supervisionando o sistema e qualificando os servidores”. A íntegra da pesquisa ‘Estado Brasileiro e Transparência’ desenvolvida pela FGV-Ebape está disponível para consulta em http://transparencyaudit.net/node/16.

    Balanço – Desde sua implantação, em novembro de 2012, o SIC na Paraíba recebeu 2.089 pedidos de dados, sendo 2.038 atendidos na fase inicial (10 dias) ou durante o período de prorrogação (20 dias). Apenas 17 foram negadas, uma solicitação cancelada e 19 foram atendidas fora do prazo. Um desempenho de 97,5%.

    Demanda – O Detran e as Ssecretarias de Educação e Administração concentram maior número de demandas do SIC na Paraíba, seguidos pela Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) e Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep). “Percebemos que muitos usuários ainda confundem o pedido de informação com o próprio serviço oferecido pela secretaria ou órgão. Mas isso tende a mudar com o uso continuado desta ferramenta”, analisa Valter Viana.

    SIC – O SIC-PB garante todo e qualquer tipo de informação ao cidadão, exceto as consideradas sigilosas e secretas que ameacem à segurança do Estado. A LAI prevê que todos os órgãos dos três poderes e esferas de governo divulguem seus dados. Também abrange os Tribunais de Contas, Ministério Público, autarquias, fundações e empresas públicas, sociedades de economia mista controladas direta ou indiretamente pela União, estados, Distrito Federal e municípios, além de instituições privadas sem fins lucrativos que recebem recursos públicos.

    Comente

    Camara Municipal

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    E-mail: [email protected]