PB registra 2º caso de malária em uma semana e SES entra em alerta

Após o confirmação do caso de uma mulher com malária no município do Conde, o primeiro registro da doença na Paraíba em 2019, o 2º caso de malária foi confirmado no Estado. Se trata um homem residente do município de Tavares, mas que esteve no Conde recentemente para realizar trabalhos.

A Gerencia Executiva de Vigilância em Saúde alerta para que todos os moradores de Conde ou pessoas que passaram por lá recentemente devem se atentar aos seguintes sintomas:  febre alta e intermitente (periódica entre 42 a 72 horas) acompanhada ou não de cefaléia, calafrios, sudorese, cansaço ou mialgia.

Em caso de suspeita, buscar auxílio médico e solicitar teste rápido para malária e/ou gota espessa (lâmina). Segundo a Vigilância em Saúde, é importante também investigar outras arboviroses como dengue, zika e chikungunya, que também são transmitidas por picadas de mosquito.

A entidade lembra ainda para que os residentes de Conde e eventuais visitantes façam uso de repelentes, mosqueteiros e telas.

Em resposta à possível endemia de malária no município, a Secretaria Estadual de Saúde, em apoio com a Secretaria de Saúde de Conde, irá realizar fumacê com inseticidas neste fim de semana para combater o mosquito transmissor da doença.

Confira a nota da Prefeitura de Conde:

A Secretaria Estadual de Saúde com apoio da Secretaria de Saúde de Conde realiza neste final de semana a pulverização (fumacê) de inseticida no município para combater e prevenir a presença do mosquito causador da malária, doença que teve o segundo caso entre a população condense identificado nesta sexta-feira (5). Durante o sábado (6) e o domingo (7), os veículos equipados com borrifadores percorrem regiões urbanas e rurais, ação válida contra outras zoonoses a exemplo da dengue. 

O segundo caso de malária foi diagnosticado nesta sexta-feira (5) em paciente que apresentou os sintomas da doença (febre alta, dor de cabeça, suor frio, entre outros)  originário do município de Tavares (PB). Ele tem relações de trabalho e familiares em Conde, onde esteve hospedado no   bairro de Pousada de Conde. 

As equipes integradas mantêm a programação estabelecida esta semana quando do diagnóstico do primeiro caso, oportunidade em que as instituições divulgaram nota conjunta em que informam: 

A Secretaria Municipal de Conde formou Comissão Especial de Investigação para a Malária, composta pelos trabalhadores da Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica, que terá o prazo de 60 (sessenta) dias para elaborar relatório acerca do assunto.

 A Secretaria de Estado da Saúde apoia e monitora junto ao município as ações bem como permanecerá implementando demais ações quando necessário.

Comente