Paraibano Políbio Alves retoma poesia épica e lança novo livro em fevereiro, na Capital

Paraibano Políbio Alves retoma poesia épica e lança novo livro em fevereiro, na CapitalO poeta paraibano Políbio Alves retoma a poesia épica e lança, no próximo dia 13 de fevereiro, sua nova obra literária: ‘Acendedor de relâmpagos’. O livro, que sai com selo da Arribaçã Editora, terá seu lançamento na Fundação Casa de José Américo, localizada na praia de Cabo Branco, às 19h, em João Pessoa.

‘Acendedor de relâmpagos’ é um livro épico, como épica tem sido a poesia de Políbio Alves. A saga de Antônio Lavrador, do camponês, a saga de nossa gente, de nosso país, sempre a ser explorado pelo que vem de fora. Uma narrativa de fôlego que traz de volta o Políbio de ‘Varadouro’, num texto lírico, mas também forte, explícito, dolorido.

Publicidade

“O narrado nas páginas de ‘Acendedor de relâmpagos’ já havia acontecido antes e nem temos esperança de que não acontecerá mais. Essa impressão é reforçada a partir, também, da original seção de epígrafes da obra. Com trechos de livros e obras de autores como Castro Alves, Eduardo Galeano, Darcy Ribeiro, James Joyce, José Saramago, Eugênio Montale, Júlio Cortázar, Federico García Lorca, Karl Marx, Arthur Rimbaud, Oswald de Andrade, Jorge Amado e Raduan Nassar, entre outros. Revolucionários da linguagem e da forma de pensar o mundo, a sociedade, o homem, sobretudo”, afirma Linaldo Guedes no prefácio da obra.

Paraibano Políbio Alves retoma poesia épica e lança novo livro em fevereiro, na CapitalPolíbio Alves tem trabalhos em antologias e periódicos, nacionais e em outros países como Estados Unidos, Alemanha, Portugal e Cuba. Detém vários prêmios literários, alguns internacionais. Nascido em 1941, no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, Políbio Alves é um autor cuja obra vem ganhando o mundo, com textos traduzidos para línguas como o castelhano e o francês. Não é para menos. Políbio Alves é autor de livros como ‘Varadouro’ (poesia), ‘O Que Resta dos Mortos’, ‘Os Ratos Amestrados fazem acrobacias ao amanhecer’ (ambos de contos) e de ‘La Habana Vieja: olhos de ver’, entre outros.

Sobre a Arribaçã Editora

Criada pelos jornalistas e poetas Lenilson Oliveira e Linaldo Guedes, a Arribaçã Editora tem suas raízes fincadas no Alto Sertão da Paraíba, mais especificamente em Cajazeiras. A editora trabalha com obras literárias, acadêmicas, biografias, entre outras.

A editora foi criada no segundo semestre de 2018 e já tem publicados os livros ‘A doida paixão de um doido’ (novela), de Geraldo Bernardo, e ‘Acendedor de relâmpagos’ (poesia), de Políbio Alves. Atualmente, está sendo concluída a edição de ‘Antes de ser blues’, novo livro de poemas de Fidélia Cassandra. Contatos podem feitos na página da editora no Facebook e Instagram ou pelo email: [email protected] A editora também tem canal no youtube.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]