Durante o período de carnaval, a Polícia Militar garantiu a segurança de cerca de um milhão de foliões em 407 eventos registrados, colaborando com a redução dos crimes violentos letais intencionais contra a vida em 26%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

O saldo da Operação Carnaval, realizada pela PM desde a última sexta-feira (9) até o início da manhã de quarta-feira (14), foi apresentado no Quartel do Comando Geral, em uma reunião de avaliação presidida pelo comandante-geral, coronel Euller Chaves, com os comandos das unidades operacionais e administrativas envolvidas na Operação.

Ao todo, a Polícia Militar apreendeu 40 armas de fogo, prendeu ou apreendeu 101 suspeitos, recuperou 37 veículos que haviam sido furtados ou roubados. Segundo o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace), da Secretaria da Segurança e da Defesa Social, foram registrados 17 crimes violentos letais intencionais (CVLIs), como homicídio, no período de sexta-feira (9) até terça (13). No ano passado, foram 23 registros contabilizados, o que demonstra uma redução de 26% em 2018, em relação ao mesmo período do ano anterior. Na região metropolitana e no sertão do estado, a redução foi de 60% e 50%, respectivamente.

Segundo o comandante-geral, o resultado da Operação Carnaval é o reflexo direto do trabalho integrado das forças de segurança, e das ações da Polícia Militar orientadas pelos setores da estatística e da Inteligência. “Estivemos em mais de 400 eventos em todo o estado, com o empenho de 4.800 policiais militares, produzindo o resultado que foi apresentado. São armas de fogo apreendidas, suspeitos presos ou apreendidos, e veículos recuperados. Todas estas ações, alinhadas com a integração entre os diversos órgãos da segurança pública, norteados pelo Programa Paraíba Unida pela Paz, refletiram diretamente na queda dos homicídios neste período”, enfatizou o coronel Euller.

A Polícia Militar também apreendeu 20 aparelhos de som conhecidos como ‘paredões’, e aplicou 100 mil reais em multas, devido a poluição sonora. Após a reunião de avaliação, a corporação já se prepara para as próximas operações que são realizadas em períodos especiais como, por exemplo, da Semana Santa.

Camara Municipal