PB registra 27 desistências no Mais Médicos; NE é região mais afetada

O Nordeste concentra 40% das 1.052 desistências do programa Mais Médicos, mostra levantamento do UOL com base em dados do Ministério da Saúde. Na Paraíba foram registrados 27 desistências, ocupando a 7ª posição no ranking de desistências da região.

No fim do ano passado, 8.517 médicos cubanos deixaram o programa, e o governo havia informado que todas as vagas haviam sido preenchidas por brasileiros.

Mas três meses depois da reposição das vagas, 15% dos profissionais desistiram dos contratos, que oferecem salário de R$ 11.800. E 420 dessas desistências se deram na região Nordeste.

Desistências no Mais Médicos

Bahia: 117 médicos
Maranhão: 63
Ceará: 56
Pernambuco: 56
Piauí: 28
Alagoas: 28
Paraíba: 27
Rio Grande do Norte: 19
Sergipe: 14

A segunda região mais afetada pela ausência de médicos do programa é a Sudeste, com 342 desistências – ou 32,5% do total dos postos abandonados. Com informações do UOL.

Comente