Paraíba notifica oitavo caso suspeito de coronavírus; cinco foram descartados

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) da Paraíba informou, nesse domingo (9), que foram notificados dois novos casos suspeitos de coronavírus. Com essas notificações, o número de casos suspeitos subiu para oito no estado. Ainda de acordo com a SES, quatro casos suspeitos foram descartados também na última sexta-feira (6) após exames, mantendo a conta no total de cinco casos descartados e três ainda sob suspeita.

Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde (MS). Até a noite da última sexta-feira (6), o MS havia reconhecido três casos sob investigação na Paraíba. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o Ministério da Saúde não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários.

O novo caso suspeito anunciado pela secretaria foi em Campina Grande, em um homem de 37 anos, com histórico de viagem pela Espanha e Inglaterra. O homem tem tosse, cefaleia e febre, de acordo com o secretário de estado saúde Geraldo Medeiros. Ele foi atendido na UPA de Campina Grande e foi orientado a ficar em casa, em quarentena.

Segundo Geraldo Medeiros, o homem viajou com a esposa e uma prima e teve contato também com a sogra. Essas pessoas estão assintomáticas e não precisam de isolamento.

Um menino de seis anos também está passando por investigação em João Pessoa. Ele viajou para Orlando, mas segue em isolamento domiciliar com sintomas respiratório. Os pais da criança estão assintomáticos.

Outro caso que ainda está em investigação na Paraíba é em uma mulher de 26 anos com histórico de viagem para Espanha. Foi orientado isolamento domiciliar da paciente e está sendo monitorado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa.

A Paraíba possui um plano estadual para notificação e assistência para o novo Covid-19, elaborado desde o fim de Janeiro e amplamente divulgado entre profissionais de saúde da Rede Pública e Privada de todo o estado. O Centro Operacional de Emergências em Saúde Pública (COE Estadual) realiza avaliação das ações executadas e desencadeia encaminhamentos para o fortalecimento da identificação dos casos, de acordo com definição.

Comente