Pagamentos para assessoria jurídica em Câmara na PB são alvo de inquérito do MPF

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba vai investigar supostas irregularidades com despesas excessivas nos pagamentos a pessoas jurídicas, sobretudo, com serviços de assessoria na Câmara de Vereadores de Natuba. A portaria que autoriza a investigação está publicada na edição desta quinta-feira (12) do Diário Oficial do órgão.

A denúncia sobre as possíveis irregularidades foi feita por vereadores do município, de acordo com o MPF.

O Procurador da República Victor Carvalho Veggi é quem autoriza as investigações. O inquérito tem prazo de um ano para ser concluído.

Comente