Paciente pode perder 90% da função renal sem perceber

Dia Mundial do Rim, este ano, é lembrado no dia 12 de março, e tem como tema central “Saúde dos rins para todos. Ame seus rins. Dose sua creatinina!”. O objetivo da campanha, coordenada pela Sociedade Brasileira de Nefrologia é reduzir o impacto da doença renal, chamar atenção da população sobre os fatores de risco e estimular cuidados com a saúde dos rins.

Beatriz Carvalho, médica nefrologista do Grupo América, que faz parte do Sistema Hapvida, explica que a doença renal crônica é uma perda progressiva e irreversível da função renal. Hoje é considerada uma epidemia e um problema de saúde pública, em que o número de portadores só aumenta.

“As causas mais comuns de doenças renais são a hipertensão arterial sistêmica (pressão alta) e o diabetes mellitus. Mas também há por cálculos renais, infecções urinárias de repetição, uso abusivo de anti-inflamatórios, entre outros”, complementa a médica do América.

No começo, a doença renal crônica não tem sintomas. A doutora Beatriz ressalta que “a pessoa pode perder 90% da função renal sem perceber. Por isso a prevenção e a detecção precoce são essenciais, pois permitem controlar o avanço da doença e a necessidade de tratamentos mais complexos. Os exames de urina e sangue podem detectar o início da doença. No entanto os tratamentos atuais são as diálises (filtragem do sangue por outros meios) ou o transplante (que depende de um doador compatível), e devolvem parte da qualidade de vida do paciente”.

Todos nós sabemos que os rins são os dois órgãos importantes do corpo humano e responsáveis pelo controle do volume de água do corpo. “Eles filtram o sangue para retirar as impurezas e produzem hormônios, substâncias que ajudam no controle da pressão arterial, na renovação das células do sangue e na absorção de nutrientes (cálcio, por exemplo) dos alimentos que ingerimos”, finaliza a nefrologista do América. Então é muito importante cuidar bem deles e as dicas de prevenção são:

1 – Mantenha-se em forma e pratique atividade física regularmente;
2 – Controle o nível de açúcar no sangue (glicemia) para evitar o diabetes;
3 – Monitore sua pressão arterial;
4 – Mantenha sua alimentação saudável e evite o sobrepeso;
5 – Mantenha-se hidratado, tomando líquidos não alcoólicos;
6 – Não fume;
7 – Não tome remédios sem orientação médica;
8 – Consulte um médico regularmente para verificar a situação dos seus rins.

Comente