Os Fulano, Cabruêra e Jorge de Altinho encerram o “São João do Jeito da Gente”

O ‘São João do Jeito da Gente’ se encerra nesta segunda-feira (24) com o show das bandas paraibanas Os Fulano e Cabruêra, que farão um tributo ao Rei do Ritmo com o projeto ‘Jackson Racional e os Afrobatuques’; o paraibano Dejinha de Monteiro e o cantor e compositor pernambucano Jorge de Altinho.

Na noite de ontem, se apresentou a banda Os Três do Xamego, que foi recebida com grande animação e receptividade pelo público. Em seguida foi a vez do cantor e compositor pernambucano Assisão, que apresentou canções como ‘Tropicana’, e  embalou a plateia com ‘Eu quero meu amor’ e ‘Pau nas coisas’. Ambos fizeram o público dançar e cantar do início ao fim com muito forró, baião e xote.

Por último se apresentou o cantor e compositor cearense Waldonys. O músico, considerado um dos maiores sanfoneiros do Brasil, subiu ao palco às 22h e mostrou sua tradicional versatilidade no acordeom, comunicação e muita brincadeira com os fãs presentes no Ponto de Cem Réis.

Para homenagear o Centenário do Rei do Ritmo, o artista apresentou um rico repertório, recheado de composições de artistas paraibanos, a exemplo de Geraldo Vandré, Vital Farias, Flávio José e Zé Ramalho, sem esquecer o pernambucano Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, a quem chamou de fiel professor.

Comente