Opera Paraíba itinerante promove três dias de cirurgias de otorrino em Catolé do Rocha

O Opera Paraíba itinerante iniciou, nessa sexta-feira (19), no Hospital Regional de Catolé do Rocha, a realização de mais de 40 cirurgias de otorrinolaringologia em crianças e adultos que aguardavam por procedimentos como adenoidectomia (retirada da adenoide) e amigdalectomia (retirada das amigdalas). A ação segue até este domingo (21), beneficiando pacientes de 12 municípios da região.

A interiorização do serviço e facilitação do acesso da população às cirurgias eletivas é um dos objetivos do programa Opera Paraíba, criado pelo Governo do Estado em 2019. De lá para cá, já são mais de 100 mil procedimentos realizados e a meta de realização de outras 100 mil cirurgias até o final de 2024.

O lavador de carros Wylkon Fernandes, de 21 anos, estava ansioso pela realização da cirurgia para a retirada das amigdalas. “Faz mais de um ano que eu tenho esse problema, e como trabalho com água e produto químico, sempre tava tendo crise, aí procurei a cirurgia, e estou apostando que vou ficar bom desse problema,” contou.

Já o agricultor Lindomar Francisco, de 25 anos, conta que tinha crises de garganta desde a infância e a oportunidade de resolver o problema é a realização de um sonho. “Eu tinha dor de garganta desde criança, tinha crises, vivo em hospital, e quando aperta, são duas vezes no mês em hospital,” relatou.

O diretor-geral do Hospital Regional de Catolé do Rocha, Fábio Cardoso, ressaltou a importância da descentralização dos serviços de saúde e o compromisso com os princípios do SUS. “Essa iniciativa representa um avanço significativo na melhoria da qualidade de vida dos paraibanos. A gestão atual tem sido revolucionária e extremamente corajosa. É um orgulho participar dessa transformação na saúde da Paraíba”

Para ser atendido pelo programa Opera Paraíba, o usuário deve procurar as Secretarias de Saúde de cada município ou fazer o cadastro acessando a página operaparaiba.pb.gov.br.