Ônibus escolar estaria sendo usado para fins privados e políticos, na Paraíba

Promotora de Justiça de Mamanguape Ellen Veras abriu investigação para apurar o uso irregular

A promotora de Justiça de Mamanguape Ellen Veras abriu investigação para apurar o uso irregular de ônibus escolar pelo município de Mataraca, no Litoral Norte. O inquérito foi baseado em uma notícia de fato que relatou que o veículo, destinado ao transporte de estudantes, estaria sendo utilizado para fins particulares e políticos.

De acordo com a portaria de instauração de inquérito civil, publicada nesta quarta-feira (28), o uso indevido de um bem público configura ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública, previsto no artigo 11 da Lei nº 8.429/1992, e pode acarretar em sanções como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, multa civil e proibição de contratar com o poder público.

Veja documento:

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab