- Publicidade -
Cotidiano

OIT está pessimista sobre capacidade de Bolsonaro em reduzir desemprego

Para o economista Stefan Kuhn, as taxas de desempregos continuarão elevadas no país, o dobro da média mundial

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) diz que o governo brasileiro, sob administração de Jair Bolsonaro e de Paulo Guedes, é incapaz de conduzir uma política econômica que represente mais empregos para os brasileiros.

- Continua depois da publicidade -

Para o economista Stefan Kuhn, as taxas de desempregos continuarão elevadas no país, o dobro da média mundial.

“Não vemos um empurrão importante para permitir que taxa (de desemprego) volte ao que existia em 2014 ”, disse.

Segundo a entidade, a taxa de desemprego na maior economia da América Latina declina de 12% em 2019 para 11,9% em 2020 e atinge 11,4% em 2025. O número de desempregados cairia de 12,8 milhões em 2019 para 12,6 milhões em 2024.

É o que informa reportagem do Valor.

Em 2014, a taxa de desemprego medida pelo IBGE ficou abaixo de 5%. Era quase uma situação de pleno emprego, até então inédita no Brasil.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar