Obras e ações consolidam protagonismo de Kita junto ao Governo do Estado

Ao lado de João Azevêdo, João Gonçalves e Gervásio Maia, o  presidente da Câmara Municipal de Bayeux mostrou desenvoltura e entrosamento com a alta cúpula socialista, assim como com os demais setores do Governo do Estado, além da classe política, presentes às inaugurações da Praça de Esporte e Cultura Vereador Franco e da novíssima iluminação do principal corredor de acesso ao Aeroporto Internacional Castro Pinto, em Bayeux.

De longe, a sintonia era visível, a ponto de o próprio governador convidar o vereador pra ir no seu carro para a inauguração da praça, logo após acionar o disjuntor que ligou a nova iluminação da Av Marechal Rondon.

Ambas obras são fruto de um trabalho árduo de construção de um mandato voltado e pensado para o povo, que respalda Kita junto ao seu grupo político, e que encontra na gestão girassol a importância que a cidade de Bayeux tem no contexto estadual, a ponto de fazer o então governador Ricardo Coutinho realizar as duas ações com recursos próprios do Tesouro Estadual, reafirmando a força política que o presidente da Câmara tem exercido.

Figura leve, de trânsito livre na classe política e no governo, articulador nato, não foi à toa que o parlamentar saltou de 905 em 2012 para 2.249 votos em 2016, sagrando-se campeão da atual legislatura, além do que vem demonstrando no atual mandato.

Depois de enfrentar dificuldades, superar barreiras e aceitar os desafios impostos pelas conjunturas políticas atuais, o mandatário da Casa Severaque Dionísio tem sido o equilíbrio de forças na balança política da cidade francesa.

À frente da Câmara, tem se revelado um gestor austero e de pulso firme, onde faz uma administração moderna, eficiente e operosa, com um orçamento relativamente pequeno, mas que tem tornado o parlamento mirim bayeuxense um dos mais produtivos do Estado, quando apreciou e aprovou mais de 600 matérias, só no primeiro semestre de 2019.

Na articulação que tem feito junto ao Governo do Estado para prestigiar a cidade, é onde ganha maior destaque pelo tamanho e relevância do que tem sido realizado.

Depois do tempo de obras e serviços iniciado por Ricardo Coutinho, com o histórico Binário da Liberdade, Casa da Cidadania, Escola Técnica estadual, Residencial Josemir Mendes da Silva, no Mário Andreazza, com 128 apartamentos, dentre tantas outras obras do PSB em Bayeux, Kita, com uma leitura rara que faz da sua cidade, enxergou o corredor que tinha pela frente e cuidou de ser o canal de interlocução entre a cidade e a gestão estadual.

A partir disso, ele não parou mais.

Na pauta, já consta o que planeja ser o futuro ‘Park Ecológico Bayeux’, obra que pleiteia junto ao Estado para tornar a antiga agência da Cagepa, na Brasília, em um parque ecológico com ampla área verde preservada, com equipamentos para práticas esportivas, de lazer e de cultura, além de abrigar a sede da Guarda Ambiental do município.

O vereador também foi o ponto de interseção que uniu três forças para a chegada de mais uma praça a cidade de Bayeux, desta vez, no Jardim Aeroporto, no antigo CIE, na região da ‘Matinha’.

Kita foi o interlocutor que garantiu a permanência de uma emenda do ex-deputado André Amaral no valor de R$ 1 milhão, que corria o risco de retornar ao Governo Federal, junto à SUPLAN, que vai assumir a obra no terreno que pertence à Prefeitura Municipal e que já foi cedido para que a praça seja construída. Literalmente, a união está fazendo a força pelo bem da população.

Batalhador e de origem humilde que é, Kita também sabe reconhecer a quem deve e não abre mão de exaltar o trabalho coletivo realizado juntamente com os demais vereadores. Tem sido de suma importância a sintonia entre si para a aprovação de matérias de interesse da coletividade bayeuxense, não diferente depreendem a mesma atitude em relação ao trabalho do presidente junto ao Governo do Estado e nas demais empreitadas, tornando a força unida, comum e recíproca.

Isso ficou claro na última sexta-feira, quando se mantiveram coesos ao lado do governador, mostrando que o protagonismo da Câmara não é por acaso.

Por tudo isso, Kita tem mostrado alta densidade e musculatura políticas, marchando ao lado de uma bancada que lhe dá sustentação à frente da Mesa Diretora da Câmara, governabilidade ao município, comandando o diretório municipal do maior partido do Estado na sua cidade, configurando-se cada dia mais como personagem importante e fiel da balança no jogo político da cidade de Bayeux.

Comente