- Publicidade -
Cotidiano

Obras da Vertente Litorânea recebem mais R$ 73,5 milhões federais

O Ministério da Integração Nacional liberou mais R$ 73,5 milhões para o Governo da Paraíba aplicar nas obras da Vertente Litorânea (Acauã-Araçagi) na última semana do ano. O empreendimento vai ampliar o alcance da água do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco no estado. Atualmente, o ‘Velho Chico’ já atende quase um milhão de pessoas em 31 municípios paraibanos.

- Continua depois da publicidade -

Nos últimos dois anos (2017-2016), os repasses federais para a Vertente Litorânea registraram um aumento de 138% em relação ao período anterior de desembolsos financeiros (2015-2014). Os pagamentos entre 2017 e 2016 somaram R$ 245,9 milhões. Enquanto que, durante o biênio antecedente (2015-2014), os aportes foram de R$ 103,4 milhões.

Quando a Vertente Litorânea estiver totalmente finalizada, a expectativa é de que mais 600 mil habitantes em outras localidades no estado sejam atendidos pelo São Francisco. “Nós estamos liberando por orientação do presidente da República, Michel Temer, recursos para a Vertente Litorânea, que permitirão que as obras possam prosseguir, continuar e avançar para levar água para outras regiões da Paraíba”, ressaltou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na última semana (28/12), após autorizar o repasse financeiro.

O empreendimento é organizado em três lotes – que somam 130 quilômetros de extensão – e incluem a construção de canais, túneis, sifões e tubulação de aço, entre outras estruturas de engenharia. O lote 1 tem 53 quilômetros de comprimento e já está com mais de 90% de avanço físico.

 

Projeto São Francisco

Desde o início da pré-operação do Eixo Leste em março de 2017, o Ministério da Integração Nacional tem fornecido as águas do São Francisco ao leito do Rio Paraíba, em Monteiro (PB). De lá, o Velho Chico percorre mais de 100 quilômetros até o reservatório Epitácio Pessoa, em Boqueirão (PB), atendendo mais de 700 mil pessoas somente na região metropolitana de Campina Grande (PB). O objetivo é que, após esse açude atingir sua tranquilidade hídrica, as águas continuem pelo curso natural do Rio Paraíba até chegarem à barragem Acauã da Vertente Litorânea.

O Projeto São Francisco também está beneficiando o Sistema Adutor do Congo (Terceira etapa), que teve apoio financeiro de R$ 7,9 milhões da União. Com a integração a essa obra em julho do ano passado, mais 13 cidades passaram a ser contempladas: Congo, Coxixola, Sumé, Monteiro, Prata, Ouro Velho, Amparo, Serra Branca, São José dos Cordeiros, São João do Cariri, Parari, Gurjão, Livramento e o distrito de Santa Luzia do Cariri. Ao todo, o Velho Chico atende cerca de um milhão de pessoas em 31 municípios paraibanos.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar