Considerado um dos auxiliares mais próximos de Luciano Cartaxo (PSD), o secretário Adalberto Fulgêncio acabou joagando, nesta terça-feira (13), um balde de água fria nas pretensões de setores da oposição, que de uma hora para outra, passaram a enxergar no prefeito de João Pessoa o melhor nome do grupo para disputar a sucessão do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Em entrevista ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, Adalberto tachou de contraditório o discurso agora adotado por integrantes da oposição, já que até bem pouco tempo atrás, preferiran ignorar a data (31 de janeiro) estipulada por Cartaxo para definir o nome do grupo que disputaria o Governo da Paraíba.

Ainda na entrevista, quando questionado se o prefeito ficariana oposição, o secretário de Saúde de João Pessoa foi cirúrgico na sua resposta. “Ele fica na Prefeitura!”, disparou Adalberto, abrindo assim, espaço para uma reaproximação política de Cartaxo com o grupo do governador Ricardo Coutinho.

Pelo que deixou claro Adalberto Fulgêncio, o “fico” de Cartaxo não tem mais volta.

Ouça abaixo trecho da entrevista concedida por Adalberto Fulgêncio aos colegas Heron Cid e Adriana Bezerra, no Rádio Verdade:

 

Camara Municipal