Nova diretoria do Campinense toma posse na noite desta terça-feira

Começa oficialmente na noite desta terça-feira o trabalho da nova diretoria do Campinense, eleita no último domingo. A cerimônia de posse está marcada para as 19h30, no Estádio Renatão, e marca o pontapé inicial de um mandato tampão que vai até o fim de 2021.

Logo mais, na sede rubro-negra, o novo presidente, Phelipe Cordeiro, vai ser oficializado no cargo máximo do clube. Ao seu lado, vão ser empossados também outros quatro nomes para compor a Diretoria Executiva da Raposa: Cláudio Leônio, o Cacau, como vice-presidente; Rômulo Farias, como diretor de futebol; Tiago Pontes, como diretor financeiro; e Felipe Lima, como diretor de patrimônio.

Além deles, também foram eleitos no último domingo e tomam posse nesta terça-feira seis conselheiros: André Vitor de Moraes, Ciro Leite Pires, Daniel Maia de Oliveira, Erivaldo Ferreira de Lima, Olavo Pires Parentes e Lenin Correia Soares.

A nova Diretoria Executiva do Campinense foi eleita em um pleito de emergência depois que o então presidente Paulo Gervany e o seu vice, Kléber Cabral, renunciaram aos cargos no início deste mês. Desde então, o clube vinha sendo presidido interinamente por Graça Tavares, presidente do Conselho Deliberativo, que se tornou a primeira mulher a assumir o cargo de mandatária geral da Raposa.

Como o mandato do agora ex-presidente Paulo Gervany iria até o fim de 2021, a gestão de Phelipe Cordeiro vai durar exatamente esses 12 meses do próximo ano. Na reta final da próxima temporada, serão convocadas novas eleições para a substituição da diretoria, aí sim para um mandato com duração de dois anos.

Phelipe Cordeiro, que antes era chefe do Departamento de Comunicação do Campinense, derrotou Carlos Gonzaga no pleito do último domingo. Ele recebeu 72% dos votos válidos e foi alçado ao cargo máximo do clube. Em seus primeiros instantes após ter sido eleito, o dirigente revelou que já tem conversas em andamento com dois técnicos, candidatos a comandar o time em 2021, e disse também que vai dialogar com o Conselho Deliberativo sobre a permanência da FDA Sports, empresa que gere o futebol da Raposa.

Do Globo Esporte/PB.